Maio

Neste mês, a maioria das flores florescem. Olha o cuidado que você precisa seu jardim para fazer mais do mesmo!

A planta-jade gosta do ar livre

A planta-jade, também chamada crássula, é uma planta de interior que não apresenta complicações e que é fácil de cuidar. Embora ela prefira os locais soalheiros evite uma intensa exposição direta ao sol por detrás dos vidros de uma janela. Uma vez ultrapassado o risco de geadas noturnas, as plantas-jade desfrutarão veraneando na varanda ou no jardim. Antes de as colocar ao ar livre deve verificar a terra do vaso. Se tiver muitas raízes e o torrão estiver muito compato é o momento de a transplantar para um recipiente maior com substrato novo. A planta-jade não tolera o encharcamento das raízes. Plante a sua planta-jade em COMPO SANA Cactos e Suculentas. A areia de quartzo, de alta qualidade, da sua composição proporciona uma boa drenagem da água no substrato. Deste modo, evita-se o apodrecimento das raízes.

O que é que floresce no peitoril da janela?

No belo mês de maio, as flores de cera e as violetas persas florescem no peitoril da janela. Para uma floração intensa necessitam de um contributo de nutrientes equilibrado e regular. Adube as plantas com COMPO Adubo Vasos e Floreiras. Contém a fórmula ideal de nutrientes para obter uma floração exuberante e duradoura.

Orquídeas

Para conseguir que a cymbidium floresça de Outubro a Março devem colocá-lo no exterior, á sombra, de Maio a Setembro.

Transplantar as vossas orquídeas com Compo Sana Orquídeas, substrato adaptado ás suas necessidades, depois da floração mas antes do repouso: entre Fevereiro e Junho, segundo variedades.

Alimenta-las com Compo Fertilizante Orquídeas 1 ou 2 veces por semana durante o período de crescimento e floração.

Cactos e plantas crasas

  • Podem instalar os vossos cactos e crassas no exterior com o bom tempo.
  • Regar em média uma vez por semana.
  • Utilizar uma colher pequena de forma a não molhar a planta.
  • É importante deixar secar bem o substrato entre regas.
  • Fornecer-lhes um pouco de adubo líquido com a água da rega.
  • Compo Fertilizante Cactos é o mais adaptado ás suas necessidades.

Gerânios

  • Transplantar os gerânios e coloca-lo no exterior.
  • Cuidado com as geadas primaveris pois não as suportam.
  • Para o trasplante utilizar Compo Sana Gerânios e Planta de Flor.
  • Regar regularmente as vossas floreiras e incorporar Compo Fertilizante Gerânios cada 15 dias aproximadamente.

Plantas verdes e em flor de interior

As plantas de interior entram agora num período de vegetação activa. Suprimir as flores murchas e as ramas mortas. Cortar as plantas sem flor. Deixar secar o substrato das plantas verdes entre regas. No caso das plantas com flor e fetos manter o substrato constantemente húmido mas sem água estancada na base. Para evitar problemas utilizar o substrato específico Compo Sana Plantas Verdes. Para as plantas grandes renovar pelo menos uma vez ao ano a capa superior da terra. Para as restantes plantas renovar a terra uma vez ao ano. Nutra as vossas plantas. Enriquece-as com COMPO Fertilizante Plantas Verdes, adubo específico uma vez por semana. Nunca deixar água estancada no prato. Limpar as folhas com um algodão molhado em água. Faze-las brilhar com Compo Abrilhantador de Folhas Aerosol. Arejar regularmente as plantas. Coloca-las no exterior e á sombra durante umas horas caso esteja bom tempo

Plantar flores de varanda

Estávamos há muito tempo à espera e, finalmente, chegou o momento! Uma vez ultrapassado o risco de geadas, em meados de maio já pode comprar as flores para a sua varanda e plantá-las em jardineiras, vasos suspensos e outros recipientes. Não há limites para a criatividade quando se trata de conceber a sua “sala verde”. No entanto, se desejar desfrutar dela durante mais tempo deverá ter em conta alguns truques e conselhos básicos. Quando comprar as plantas tenha presentes as exigências do local e as diferentes intensidades de crescimento. Para a plantação utilize recipientes com saída para a água e um substrato de alta qualidade. Se desejar desfrutar das suas plantas sem complicações utilize o COMPO SANA Universal Leve. Junte menos 50% de peso a 100% de produtividade e a qualidade COMPO.

Plantas em vaso sensíveis às geadas

Por fim, pode substituir o local de inverno das suas plantas em vaso, sensíveis às geadas – como as dipladénias – pelo ar livre. Deixe que as suas plantas de vaso fiquem ao ar livre durante 2-3 semanas num lugar à sombra ou meia sombra. Antes de colocar as plantas de vaso no seu local estival definitivo verifique se necessitam de um transplante. O transplante deve ser efetuado, aproximadamente, de 2 em 2 anos. Para tal, é especialmente apropriado o COMPO SANA Universal.

Rododendros em vaso

O rododendro não cresce apenas no jardim. Também pode alegrar varandas e terraços com as suas flores. No entanto, para os cuidados com esta planta perenifólia em vaso deve tomar-se uma série de precauções. O rododendro prefere um local em meia sombra porque não tolera o sol intenso do meio-dia. Na primavera e no verão requer bastante água enquanto, nas restantes estações do ano, só necessita de manter a terra ligeiramente húmida. Quando regar procure utilizar, unicamente, água macia ou água da chuva, dado que esta planta é sensível ao calcário. Se as folhas mais tenras do seu rododendro amarelecerem e se o mesmo acontecer, depois, com as velhas, isso pode ser um sintoma de falta de ferro. Os nervos das folhas mantêm-se verdes destacando-se, significativamente, das folhas amareladas. Se a carência não for corrigida, as folhas começam a secar pelo rebordo e aparece a denominada clorose férrica. Para uma recuperação rápida recomendamos-lhe o adubo solúvel com uma alta concentração de ferro, o COMPO Quelato de Ferro.

Que é que floresce na varanda?

A varanda transforma-se num autêntico mar de flores. Hortênsias, magentas, matricárias, dálias, petúnias e gerânios começam a desenvolver as suas flores durante este mês. Adube, regularmente, para garantir que as suas flores se conservam esplêndidas durante muito tempo. Utilize o COMPO Adubo Vasos e Floreiras. A sua ação é imediata e garante, às suas plantas, um contributo de nutrientes durante um período de, até, 6 semanas.

Colheita do jardim da cozinha?

Rúcula, orégão, rabanetes... já pode colhê-los diretamente da sua varanda.

Plantas em vasos e floreiras

  • Iniciar as vossas plantações de primavera e verão.
  • Joguem e divirtam-se com a mistura de cores.
  • Escolher contentores de argila ou de plástico, com ou sem reserva de água, segundo o uso que se lhe vá dar.
  • São preferíveis as floreiras de mais de 25 cm de profundidade.
  • Utilizar Compo Sana Gerânios e Planta de flor e não esquecer de colocar uma capa de pedra vulcânica ou argila expandida na base dos vasos para facilitar a drenagem.
  • Aplicar adubo líquido específico cada 15 dias.

Combater o gafanhoto graphocephala fennahi e evitar a podridão parda dos botões.

O rododendro floresce de abril a junho. Se quiser continuar a desfrutar das suas flores no próximo ano deve começar já a verificar, regularmente, a presença de pragas nas suas folhas. Em maio começam a desenvolver-se as larvas amareladas do gafanhoto graphocephala fennahi, que chupa a seiva dos nervos principais a partir das costas das folhas. Os gafanhotos adultos têm um comprimento de 1 cm e são verdes, com uma risca longitudinal vermelha no dorso. A partir de junho sugam a seiva nos dois lados da folha. Em consequência desta sucção, as folhas apresentam manchas de cor amarela-clara. No entanto, a sucção quase não danifica a planta. O que é, realmente, prejudicial é a postura de ovos nos botões do rododendro. Estes são os transmissores da podridão parda dos botões. Em fins de abril, as larvas amareladas do gafanhoto graphocephala fennahi saem dos seus ovos e o ciclo recomeça. Em maio, quando se observarem as larvas amareladas, pode reduzir-se o desenvolvimento do gafanhoto borrifando COMPO Axoris Insecticida Polivalente para pulverizar e regar. Para impedir que os insetos adultos depositem os seus ovos deverá pulverizar, novamente, no fim do verão. Dado que os gafanhotos se movimentam muito recomenda-se que pulverize de manhã, especialmente as costas das folhas. Se, além disso, pendurar as armadilhas amarelas para insetos da COMPO, aumentará as suas probabilidades de êxito.

Proteger a colheita de cerejas da mosca da cereja

As cerejas com vermes são uma maçada. A responsável é a mosca da cereja. Esta mosca tem um tamanho de 4-5 mm e é semelhante à mosca comum. A mosca da cereja deposita um único ovo na cereja em maturação. As larvas brancas devoram a polpa do fruto que rodeia o caroço. O fruto enfraquece-se, amolece e apodrece. Cerca de 3 semanas depois, a larva abandona o fruto para hibernar no terreno como crisálida, a uma profundidade de cerca de 3 cm. Afeta, principalmente, a cerejeira doce de colheita semitardia e tardia e, igualmente, a cerejeira silvestre, a madressilva, as camarinhas e o azereiro-dos-danados e, raramente, a ginjeira. Com o COMPO Axoris Insecticida Polivalente Concentrado, capturará todas as fêmeas, impedindo, assim, a postura dos ovos. Também deverá recolher a fruta caída e eliminá-la (sem compostar) enquanto a larva se encontrar no interior. Dado que as larvas hibernam no terreno deverá escavar o mesmo para que elas morram durante a temporada de frio.

Musgo e ervas daninhas na relva

Qual o proprietário de uma relva que não sonha em vê-la saudável e de um verde intenso? Lamentavelmente, na vida real, tanto o musgo como as ervas daninhas se espalham facilmente. A presença de musgo na sua relva pode ter diversas causas: Falta de nutrientes, encharcamento do terreno, feltro não retirado e locais à sombra. Se a sua relva apresentar uma grande quantidade de musgo, além de escarificar cuidadosamente a relva, deverá utilizar um antimusgo especial como, por exemplo: COMPO Antimusgo. As indesejáveis ervas daninhas costumam aparecer em relvas pouco adubadas e com clareiras. Se as margaridas comuns, o dente de leão, os trevos e companhia se propagarem pela sua bela relva e não forem demasiado abundantes pode arrancá-los com a mão ou com a ajuda de uma ferramenta. Se já não for possível fazê-lo dessa forma deve utilizar um herbicida. Prático! Utilizando o RESOLVA 24H Herbicida Total e RESOLVA 24H Herbicida Total Concentrado.

Semear ao ar livre

Uma vez ultrapassada a primeira quinzena de maio, o risco de geadas noturnas é mínimo. Esta data marca o início da estação alta para a sementeira. Já pode plantar no jardim da sua cozinha, as verduras e ervas aromáticas que necessitam de mais calor tais como alhos-porros, aboborinhas, couves-nabos, brócolos, endro e cebolinho. No jardim ornamental pode ir cobrindo os espaços vazios dos seus canteiros voltando a semear as flores de verão, tais como basiliscos, esporeias imperiais e girassóis. Quando chegar o momento de semear, tenha em conta as indicações de cada espécie e cubra as sementes com um pouco de terra, por exemplo: COMPO SANA Plantação. Marque as zonas que voltou a semear para não confundir as suas plantas com infestantes.

Colheita

Endívias, salsa, ervilhas e nabos

Árvores e arbustos ornamentais

  • Plantar os vossos arbustos em contentor misturando terra Compo Sana Plantação.
  • Molhar abundantemente a zona das raízes e a cova de plantação antes de plantar.
  • Regar abundantemente para favorecer a produção de novas raízes.
  • Verificar se os tutores das árvores recentemente plantadas estão em bom estado e não esquecer que não devem estar nem muito apertados nem muito soltos, ou seja, tentar encontrar um ponto intermédio.

Coníferas

Plantar as vossas coníferas em contentor utilizando Compo Sana Plantação. Regar abundantemente. Controlar os ataques de ácaros. Caso apareçam ácaros nas vossas coníferas aplicar Compo Doble Ación.

Flores anuais e vivazes

  • Continuar a semear.
  • Não esquecer de semear vivazes como miosótis, girassóis, entre outras.
  • Desbastar e replantar as sementes.
  • Plantar os bolbos de verão como as dálias e os gladíolos.
  • Regar abundantemente os vossos vasos de flores (caso não chova).
  • Colocar tutores nas flores altas: lupinos, dálias, …
  • Controlar a presença de doenças e do pulgão.
  • Se é necessário utilizar Compo Fungicida Polivalente ou Compo Insecticida Minadores y Pulgones.
  • Cavar e eliminar as ervas daninhas regularmente dos vossos vasos e floreiras.
  • Também é recomendada a prateação das vossas sementes e plantas jovens contra as lesmas e caracóis com Compo Antilimacos.

Arbustos decorativos

  • Plantar os vossos arbustos em contentor aplicando na cova Compo Sana Plantação.
  • Regar para favorecer o aparecimento de novas raízes.
  • Não esquecer de fornecer-lhes os elementos nutritivos que necessitam com Compo Adubo Roseiras.
  • Regar abundantemente os vossos arbustos ornamentais sobretudo no momento da formação dos botões florais.
  • A falta de água poderá comprometer seriamente a sua floração.
  • Proceder a uma poda de formação nos arbustos de floração primaveril depois da floração.
  • Retirar as flores velhas seleccionando o talo por debaixo das primeiras folhas.

Roseiras

Alimentar as vossas roseiras fornecendo-lhes Compo Adubo Roseiras ou Compo Guano Adubo Trepadeiras e Roseiras.

Pulverizar com Compo Fungicida Polivalente que previne e cuida as roseiras das principais doenças como o oídio, a roya e a doença das manchas negras.